2009-12-12

Passarinhos

Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! Piu! A partir daqui cortavam-me o piu...

2009-12-07

Ineficiência gráfica

Gosto de ver o Plano Inclinado. Gosto de ver que tudo está mal e é ineficiente.
Sinto-me melhor com os meus erros e a minha ineficiência. Como eu gosto de apontar o dedo acusador aos outros, desviando as atenções de mim...
Nesta época de omnipresença de parafernálias informáticas, onde qualquer pessoa cria gráficos, mais ou menos esclarecedores, parece-me incompreensível que cada vez que um convidado ou comentador residente de um programa pretenda mostrar um gráfico, a mostra seja feita à objectiva da câmara. Será assim tão complicado inserir o gráfico na imagem transmitida pela estação?
Pelo menos em minha casa, o que vejo no meu computador posso ver na minha televisão...

2009-11-19

O playboy

Parece que há accionistas do BCP incomodados. Outros irritados. A alguns até lhes caiu mal a entrevista de Joe Berardo à Playboy.
A mim preocupa-me que só agora sintam desconforto com a postura de Joe Berardo. Principalmente porque não li em lado algum que ele tenha sido mal-educado nessa entrevista. E se tivesse sido, os leitores que o aturassem.
E quem está preocupado com as leituras e opiniões dos accionistas do BCP?
Não deveriam preocupar-se com outros acontecimentos da actualidade?

2009-10-06

Involução e devolução

Não posso deixar de saborear comentários deliciosos sobre a raça humana. O último que engoli, referia-se ao mal que a raça humana fez e continua a fazer ao planeta Terra. Parece ser um dado adquirido que a fatalidade está a varrer a Terra. De tal forma fatal, que nada haverá a fazer.
Tal como as novelas, os jornais e os programas reais de espectáculos banais varreram os canais gerais, sem que nada os telespectadores possam fazer, também o mal gerado pela raça humana varre o planeta. Sabendo que a natureza vencerá, quer estejamos ou não cá, para assistir à vitória, saboreei deliciado o comentário sobre o Homem destruindo a Terra de tal forma que até os terramotos e tsunamis varrem a Ásia e o Pacífico sul. Logo secundado e rematado por "o que é preciso é curtir a vida e não nos preocuparmos porque não sabemos quanto mais tempo cá estaremos"...

(D)evolução

2009-09-20

Bandeirada

Nesta época de tantas bandeiras no ar, não é mau repensar o uso que damos à bandeira mor. Desde que nos levaram a acreditar que o apoio às nossas equipas pode ser expresso pela exibição da bandeira nacional, muitas bandeiras foram abandonadas aos elementos até se decomporem.
Provavelmente a maioria dos exibicionistas patriotas não se apercebeu da necessidade de tratar bem este símbolo nacional, ainda que seja fabricada na China (made in PRC). Mesmo que não seja por uma questão de patriotismo, que seja por razões legais. Os mais distraídos deverão consultar a legislação.
A ignorância não serve como desculpa.

2009-08-26

CPV – Cabo Verde?

Fica sempre bem nos jogos da lusofonia indicar, na televisão, que a selecção de Cabo Verde tem a sigla CPV. Não sei bem o que significará, mas em português, o cabo não será…

2009-08-05

Charutada?

Depois da notícia na TVI que mostrava as duas jovens jornalistas libertadas a entrarem para o avião, acompanhadas pelo Bill, onde referiam que seria uma imagem a ficar no imaginário dos americanos, não pude deixar de me interrogar:
será que ele teve a gentileza de lhes oferecer um charuto?

2009-06-02

A banca não é de fiar

Atenção caros clientes da banca do Sr. João!

Um portal para muro das vossas lamentações:
Portal do cliente bancário.

E uma legislação que já deveria estar bem interiorizada por todos...
Decreto-Lei n.º 171/2008!

2009-05-20

Muita educação

Chamar educação sexual à distribuição de preservativos pelos alunos é quase o mesmo que chamar educação à distribuição de lápis pelos alunos.

Ou entregar busca-pólos a aspirantes a electricistas...

Filhos deste mundo

2009-05-10

Jogador de selecção

É natural que continue a ser um dos escolhidos. Enquadra-se perfeitamente no espírito da nossa selecção. E nem é preciso entrar noutros comportamentos dignos dos nossos estágios, sobre os quais nada sei.

Desde jogadores que querem mostrar fortes argumentos na cara de seleccionadores, até seleccionadores que querem proteger os meninos jogadores com gestos patéticos.

Houve e há simulações de faltas, faltas mal escondidas e muitos encontrões. Muito teatro, nunca crime e nem sempre castigo.

Até já houve um árbitro que sentiu um forte aperto no estômago, durante um jogo da nossa selecção...

É esta a nossa selecção.

2009-04-30

Com os porcos

Estivemos para ir com as aves.
Agora estamos para ir com os porcos.
Seja como for, ainda que não seja por culpa directamente nossa, como noutra guerra mundial, teremos certamente dado uma mãozinha.
Os pobres animais é que sofrem...

2009-04-22

2009-04-08

Revolution Begins



[Lyrics: Michael Amott, Music: Michael Amott / Christopher Amott]

Since the day that you were born the wheels are in motion
Turning even faster – play your part in the big machine
The stage is set, the road is chosen
Your fate preordained
We are watching you – every step of the way

Never too late to stand your ground – revolution begins
In you – in me – Revolution!

Once lost – lost in their game
Mental chains breaking now
Set yourself free
Who are they to tell you what to do?
The stage is not set, the road is not chosen
Your fate not preordained
They are losing control – every step of the way

[Lead – Michael]
[Harmony – Michael & Christopher]

This is revolution!

[Outro lead – Christopher]

2009-04-05

Atraso radical

Dia 19 de Março

Pergunta do programa Curto-circuito:
"Quais os teus planos para amanhã, dia de S. Valentim?"

The Daily Show With Jon Stewart - "the 2nd of March of 2009" - claramente um programa que voltará a ser repetido.
Aliás, diariamente, o espectáculo diário repete-se. Tal como os outros programas. Compreendo uma repetição diária. Não compreendo mais repetições.

Um programa diário, sobre actualidade, apresentado com semanas de atraso, perde alguma actualidade.

E isso parece ser radical...

2009-03-23

A boleia política


O Primeiro lidera. Os outros, seguem-no.
O Primeiro é apoiado. Os outros, apoiam-no.
A razão poderá ser mais forte que a emoção. Um apoio mais interessado no progresso do grupo, que no progresso da população. O grupo avança por entre a população, ultrapassando os indivíduos. Os indivíduos não formam naturalmente um grupo. A não ser que haja um líder que aglutine, não há formação de grupo. Toda a gente compreende que a união faz muita força. E essa união, empurra o líder. E se o líder avança, também o grupo avança. Nesta simbiose, apenas o indivíduo que fica para trás é prejudicado. E não é que há mais desses indivíduos que dos outros? Mas a visibilidade é completamente diferente. E o resultado é dramaticamente diferente.

Haverá imagem mais correcta e ao mesmo tempo mais pérfida do que esta?

Aproveito para agradecer ao Correio da Manhã, por esta imagem.

2009-03-10

Comida de plástico

A espécie humana tem escolha, mas não quer escolher.
Os outros animais não têm escolha...

2009-03-02

M de maior

Não sei se já repararam nos tamanhos de roupa, indicados por letras. Esses tamanhos variam com o mercado onde as roupas são comercializadas. Obviamente para a mesma peça de roupa que seja vendida para vários mercados, há a indicação dos vários tamanhos dependendo do mercado.
Curioso, ou não, o tamanho que na Europa é o L, é nos Estados Unidos da América o M. Basta ver um programa de televisão que apresente um norte-americano típico para se perceber a diferença de tamanhos. Mas um daqueles programas com pessoas norte-americanas normais. As trabalhadas fisicamente, são exageradas, noutras dimensões.
Daqui se poderá concluir que o poder dos europeus ainda fica muito atrás do dos norte-americanos.
Nada temam. À medida que o nosso poder aumentar, também o nosso tamanho aumentará. Atendendo aos estudos que apontam para um aumento drástico da obesidade em todos os escalões etários, em particular nos dos mais jovens.
Tenho uma teoria que a inteligência é inversamente proporcional à obesidade, uma redução da primeira levará inevitavelmente ao aumento da segunda...